Excertos

por Rodrigo Ghedin

À hora em que os pássaros despertam…

À hora em que os pássaros despertam alegres e amorosos, em que o vento mais queixoso cicia por entre as franças das árvores, em que a relva, orvalhada pela noite, ergue suas folhinhas mais verdes e mais belas, a essa hora mágica em que toda a criação louva ao Senhor, e que o coração sente que nasceu para amar, a donzela, procurando fugir a suas meditações, saía a respirar a pureza da aragem matutina.

— Maria Firmina dos Reis, Úrsula.

Comente por e-mail

11 Jan 2023 em #citações