Excertos

por Rodrigo Ghedin

“Anna Kariênina”, de Lev Tolstói

Não é à toa que “Anna Kariênina” continua aí, firme e forte, e não apenas por sua inigualável frase inicial. Todo o resto é tão bom quanto — e algumas partes, como a da personagem título no penúltimo capítulo, ainda hoje têm um estilo arrojado, surpreendente.

Tolstói fala de amor, trabalho, justiça, vícios e vida social de um jeito que segue super atual, mesmo revelando a idade em detalhes como cavalos no lugar de carros, pessoas que se visitam a toda hora sem avisarem antes e bilhetes de papel como um tipo lerdo e ineficiente de WhatsApp do século XIX.

Em vários momentos da leitura eu parei e fiquei refletindo. (Nesta parte eu me seguro para não detalhar alguns desses momentos a você, evitando assim dar spoiler de um livro lançado há 145 anos. De nada.)

Enfim, bom demais.

15/6/2022

Fazia quase sete anos que não formatava/reinstalava o sistema no computador — desde que o tirei da caixa, na verdade. Fiz isso e se este post apareceu no blog, significa que a última parte, configurar o `git`, deu certo.

5/6/2022

A cobertura do frio no jornal local continua intensa. “Frio?” “Muito frio!” “Vamos chamar o repórter que enviamos a um lugar ainda mais frio [alto da serra etc]. Muito frio aí?” Repórter no tempo, ventando horrores: “Sim, frio. Esse frio pede um cafezinho né?” “Frio”.

18/5/2022

Quadro do filme 'Charada'. Audrey Hepburn e Cary Grant no banco de trás de um carro, ele de casaca clara, camisa e gravata, olhando para baixo; ela com um casaco amarelo forte e calçando luvas pretas, mão esquerda apoiada na têmpora, olhando para ele.

Charada (Stanley Donen, 1963).

14/5/2022

Além disso, sentia vagamente que aquilo que chamava de suas convicções era não apenas ignorância, mas um tipo de ideias com as quais seria impossível conhecer o que precisava.

— Lev Tolstói, Anna Kariênina.

14/5/2022

Se você está pensando em reformar seu apartamento, uma dica: pare. Não faça isso, por favor.

Assinado: Vizinho de baixo do apartamento sendo reformado.

3/5/2022

Faz uns anos que decidi usar apenas o perfil do Manual do Usuário no Twitter para publicar materiais do Manual e opiniões de tecnologia.

Eu imaginava que a maioria das pessoas que segue meu perfil pessoal também seguia o Manual, daí seria redundante divulgar as mesmas coisas em ambos.

Estava enganado. Descobri um serviço que compara as bases de seguidores de dois perfis, o TweepDiff. No teste que rodei dia 29 de março, apenas 11,2% do total de seguidores acompanhava os dois perfis, o que dá ~25% da base do perfil pessoal.

30/4/2022

Foto do céu no entardecer, em degradê do amarelo para um roxo, com silhuetas de fios e árvores na parte de baixo.

Pôr do sol, Paranavaí (PR).

15/4/2022

Momentos antes de cometer um terrível engano, descobri que Engov After não serve para amenizar a ressaca, mas para adiar a inevitável bad da bebedeira.

Agora não sei o que farei com esse produto. Dinheiro jogado fora.

12/4/2022

Foto parcial de uma pista de atletismo, com o céu parcialmente encoberto, mas o sol aparecendo, e um gramado verdinho. Ao fundo, na pista, algumas pessoas se exercitando.

Pista do Colégio Estadual, Paranavaí (PR)

11/4/2022