Excertos

por Rodrigo Ghedin

Como se livrar do WhatsApp falso do Facebook

Acabei de cair no golpe do WhatsApp falso do Facebook. Eu. Caí. Num. Golpe. Do. Facebook.

Me matem, por favor.

O gigantesco problema desse é que assim que o usuário “instala” o app, ele dispara uma solicitação para todos os contatos. Como a que eu recebi veio de um cara confiável, cliquei sem pensar muito — e a possibilidade de usar o WhatsApp de dentro do Facebook era interessante. Assim que aceitei, eu passei a ser a pessoa confiável que enviou (sem saber) uma solicitação (não autorizada) para meus contatos instalarem esse app (malicioso).

É muita sacanagem do cara que programou isso, porque é um golpe que fere a tua reputação. Um endosso automático de um negócio que sequer foi testado. O Facebook tinha que barrar esse comportamento na sua API; não consigo visualizar um caso sequer onde ele faça sentido. Não faz, nenhum, e ainda abre brecha para esse tipo de golpe.

Eu tô muito puto com isso. Ter passado uma “solicitação” não autorizada aos meus contatos por causa de um app mequetrefe. Ahhh, que raiva. Onde quer que você esteja, cara do WhatsApp fake, desejo que tenha um dia bem ruim.

Se você clicou na minha solicitação e instalou essa merda, primeiramente me desculpe. Em segundo lugar, avise seus contatos — para facilitar, compartilhe esta foto, ou este post que está lendo agora.

O passo seguinte é remover o app da sua conta. Para isso, vá até a página de configurações de privacidade, role-a até o final e clique no “Editar configurações” do bloco “Anúncios, aplicativos e sites”. Na lista “Aplicativos que você usa”, estará o nosso WhatsApp fake; clique nele e, na caixa que aparecer, no link ”Remover aplicativo”. Uma caixa de confirmação surgirá; antes de clicar em “Remover”, lembre-se de marcar “Excluir todas as atividades do aplicativo”.

E… bem, desconfie de tudo e de todos. Isso é igual conselho de mãe, que a gente sabe de cor e salteado, mas é sempre bom relembrar.

14 Aug 2012 em #tecnologia